tecnologia

A tecnologia é apontada há algumas décadas como um dos grandes desafios a ser enfrentado pelas organizações. Afinal ela, a tecnologia, é absolutamente necessária, custa caro e fica obsoleta em três tempos.  Ufa!!!

E quando o foco somos nós, profissionais que atuam nas organizações. Será que a tecnologia também é um desafio? Seria ela a vilã que arrancará nossos postos de trabalho? Ou será uma grande oportunidade? Estas questões têm sido pauta de algumas matérias jornalísticas das quais tenho participado nos últimos meses.

Não acredito no desaparecimento de postos de trabalho, mas, sim, na substituição. Robôs precisam ser planejados, desenvolvidos, programados. No mínimo, precisamos de alguém que saiba o que solicitar do robô. Não é mesmo?

Portanto, tiramos o homem da posição ‘mão de obra’ e o colocamos na posição ‘ser pensante’. Precisaremos cada vez mais de pessoas que pensem. Sei que neste momento você deve estar se questionando: mas todos nós já não pensamos? Infelizmente ainda me deparo com um grande número de profissionais que apenas repetem instruções sem ao menos perceber para o que elas se destinam.

Para sobreviver e aproveitar o mundo tecnológico que se apresenta, cada vez mais, será necessário o desenvolvimento de competências como: flexibilidade e adaptabilidade; capacidade de interpretação; visão crítica; análise e síntese –  não adianta ter acesso a informação se você não a compreende e não sabe o que fazer com ela; administração do tempo – toda essa rapidez e enxurrada de informações demanda capacidade de organização; aprendizagem contínua –  envolve capacidade cognitiva e uma boa dose de curiosidade.

Este é um processo que já está em andamento na sociedade do conhecimento e estará cada vez mais presente e nas discussões de RH.

Você tem medo da tecnologia? Não tenha. Apenas se desenvolva para que você possa extrair tudo o que ela pode te oferecer.

Sou Mestre e Doutora em Administração de Empresas, ministro cursos de MBA, em todo o território nacional, peViviane Narduccila FGV e ESPM, tenho forte experiência executiva no setor público e realizo consultorias e programas de capacitação em Gestão Estratégica de Pessoas em organizações públicas e privadas. Tudo isso só é possível porque, acima de tudo, adoro conhecer pessoas e trocar experiências. Além disso, adoro moda, decoração, gastronomia, conhecer novos lugares….